Barra de vídeo

Loading...

segunda-feira, 22 de fevereiro de 2016

Autora da saga “Os Instrumentos Mortais” é acusada de plágio


kit-coleco-os-instrumentos-mortais-8-livros-frete-gratis-292301-MLB20297003297_052015-F
A escritora Cassandra Clare, autora da saga literária best-seller “Os Instrumentos Mortais”, que deu origem ao filme “Os Instrumentos Mortais: Cidade dos Ossos” (2013) e à série “Shadowhunters”, exibida pela Netflix, está sendo acusada de plágio. A escritora Sherrilyn Kenyon, autora da série “Dark Hunters”, de 1998, entrou com uma ação contra Clare no dia 5 deste mês, alegando violação de marca registrada, violação de direitos autorais, concorrência desleal, propaganda enganosa e violação de imagem comercial.
O processo aponta que ambas as séries são “sobre uma elite de guerreiros que devem proteger o mundo humano de ameaças paranormais que não podem ser vistas e que procuram destruir humanos conforme eles vivem sua vida diariamente”. Kenyon já havia reclamado em 2006 sobre o uso do termo “dark hunter” no trabalho de Clare. A palavra acabou sendo substituída por “shadowhunter” e a autora retirou o termo “hunter” do título dos livros.
A ação inclui uma lista das semelhanças entre as obras, que, convenhamos, não são poucas. Por outro lado, o fato do processo ser iniciado uma década após o lançamento do primeiro livro da série deve pesar a favor de Clare. O advogado da autora também alega que a ideia de um grupo de seres humanos que lutam contra o sobrenatural não é nova, portanto Kenyon não poderia exigir direitos sobre o tema.
Com informações de:

Nenhum comentário:

Postar um comentário